Da Monarquia à República: momentos decisivos é uma obra de Emília Viotti da Costa, historiadora e ex-professora da Universidade de Yale. A obra em si é fruto de uma coletânea de estudos profundos sobre os momentos históricos capazes de trazer luz a uma questão bastante profunda de nosso país: como nos constituímos enquanto Brasil e […]

Hegel é um filósofo difícil. Mas difícil MESMO. Posso dizer com algum grau de convicção que NENHUM graduado em filosofia, sai da universidade entendendo Hegel de verdade. E, a menos que o mestrado ou doutorado do sujeito seja sobre Hegel, ele dificilmente o entenderá, em um curto espaço de tempo. Dito isto, falemos de Hegel […]

Sou um filósofo a moda antiga, tal qual Habermas. Penso que a tarefa da filosofia é cada vez mais voltarmos as perguntas que Kant nos deixou como herança. Questões como o que é possível saber?, o que devo fazer?, o que me cabe esperar? e o que é o ser humano?, são perguntas que se […]

Kant (Königsberg, 22 de abril de 1724 — Königsberg, 12 de fevereiro de 1804) é uma pedra. A filosofia tem desses filósofos que nos trancam o caminho e, ou nos entendemos com ele, ou não conseguimos entender nada do que vem depois. Kant é assim. Todo filósofo que vem depois dele precisa se posicionar com relação ao prussiano mais metódico de todos […]

Immanuel Kant (Königsberg, 22 de abril de 1724 — Königsberg, 12 de fevereiro de 1804) é junto com Hegel um dos filósofos mais complicados de todos os tempos. Brincávamos na graduação em filosofia que até mesmo prefácio dos livros de Kant eram predificeis. Sacou? Sim, filósofos tem um senso de humor péssimo. Há algumas anedotas sobre Kant e sua rotina impecável. Diz-se […]